• Go to:

A ablação transuretral com agulha (TUNA) é um tratamento minimamente invasivo que usa o calor para endurecer partes do tecido da próstata. Este processo chama-se coagulação. A parte tratada da próstata ou é absorvida pelo corpo ou é expelida com a urina após o procedimento. O objetivo da TUNA é reduzir o volume prostático e melhorar os sintomas.

Como se realize a TUNA?

Para este procedimento, receberá anestesia intravenosa, raquianestesia ou local. Depois de estar anestesiado, o médico entra na bexiga através da uretra. O cirurgião usa um endoscópio que tem duas agulhas e uma câmara. As agulhas são usadas para perfurar a próstata e aquecer o tecido com energia por radiofrequência (Fig. 1). Isto é realizado 4 a 8 vezes para tratar todo o adenoma. A câmara permite ao médico ver uma imagem de alta qualidade da próstata num monitor.

Necessitará de um cateter durante alguns dias até que a uretra esteja cicatrizada e consiga urinar por si só. A remoção do cateter é realizada pelo urologista no hospital ou na clínica.

Fig. 1: A agulha aquece o tecido prostático com energia de radiofrequência.
Fig. 1: A agulha aquece o tecido prostático com energia de radiofrequência.

Quando devo considerar realizar uma TUNA?

Esta técnica está aconselhada para homens com próstatas de volumes compreendidos entre os 30 e 80 mililitros que preferem tratamentos minimamente invasivos ou que não têm condições para a cirurgia por causa de outras doenças.

Como me preparo para o procedimento?

O seu médico vai aconselhá-lo em pormenor sobre a preparação para o procedimento. Para se preparar para a anestesia não deve comer, beber, ou fumar nas 6 horas anteriores ao procedimento. Se toma medicação prescrita, fale com o seu médico. Pode necessitar de interromper alguns medicamentos antes do procedimento.

Quanto tempo demorarei até poder retomar as minhas atividades diárias?

Normalmente poderá ter alta do hospital ou da clínica algumas horas após a TUNA. Não conduza após a alta porque ainda poderá estar sonolento por causa da anestesia. Certifique-se que descansa o suficiente no dia do procedimento.

Com o cateter ainda colocado, poderá retomar as suas atividades diárias no dia seguinte. A urina poderá apresentar vestígios de sangue que se poderão manter por várias semanas.

Durante 4 a 6 semanas após a cirurgia:

  • Beba 1-2 litros diariamente, especialmente água
  • Não levante pesos superiores a 5 quilogramas
  • Não faça exercícios físicos intensos e evite andar de bicicleta
  • Não tome banhos de imersão nem vá à sauna.
  • Adapte a dieta para evitar obstipação
  • Fale com o seu médico relativamente à medicação prescrita

Evite ter relações sexuais durante 2 a 3 semanas. Após a TUNA, pode sofrer de ejaculação retrógrada. Esta é uma situação crónica e significa que o esperma não consegue sair pela uretra durante o orgasmo. Em vez disso, vai para a bexiga e depois sai durante a micção. O seu sémen pode ficar ensanguentado durante algumas semanas.

Deve recorrer ao seu médico ou regressar ao hospital imediatamente se:

  • Tiver febre
  • Tiver problemas com o cateter
  • For incapaz de urinar por si só após a remoção do cateter

Vantagens da TUNA

  • Sem necessidade de internamento na maioria dos casos
  • Baixo risco de complicações
  • Não precisa de suspender a medicação para fluidificar o sangue

Desvantagens da TUNA

  • Menos eficaz em próstatas maiores e em casos de obstrução severa
  • Uso de cateter no domicílio durante vários dias após o procedimento
  • Melhoria lenta dos sintomas e do fluxo urinário
  • Poderá necessitar de outro tratamento após alguns anos porque a próstata continua a crescer