• Go to:

Os cálculos renais e ureterais são muito frequentes, mas é difícil obter um número exato de doentes afectados por esta patologia na Europa.

Um cálculo é uma massa dura que se desenvolve a partir de cristais que se separam da urina no trato urinário. Eles podem estar presentes no rim ou no ureter (tubo que liga o rim à bexiga).

Os cálculos renais e ureterais são muitas vezes eliminados sem causarem qualquer desconforto, mas esta doença pode ser uma das experiências mais dolorosas conhecidas. No passado, esta doença era conhecida como a “Doença Cinderela” devido ao facto de ser uma doença relativamente comum, mas sem grande visibilidade pública. Nos dias de hoje, no entanto, cada vez mais pessoas têm probabilidade de formarem cálculos devido às alterações na dieta e no estilo de vida ocidentais.

O que é um cálculo?

Um cálculo é uma massa dura e sólida que se pode formar na vesicular biliar, na bexiga e nos rins. Estes tipos de cálculos têm diferentes causas e são tratados de diferentes formas.

Este folheto discute cálculos renais e uretrais. Estes desenvolvem-se no rim, e podem permanecer lá ou passar para o ureter (Fig. 1).

Os cálculos renais formam-se quando os minerais e os sais ácidos presentes na urina cristalizam. A maioria dos cálculos saem quando urina. Contudo, por vezes estes cálculos ficam retido no ureter, bloqueiam o fluxo normal de urina e causam sintomas. Os cálculos podem também ser demasiado grandes para sair do rim. Em ambos os casos, pode ser necessário tratamento para remoção dos cálculos.

Fig. 1: passar para o ureter.
Fig. 1: passar para o ureter.

Factos interessantes

  • Os cálculos são comuns: 1 em cada 10 pessoas irá formar um cálculo ao longo da sua vida.
  • Tem uma probabilidade entre 5 a 10% de formar um cálculo ao longo da sua vida.
  • Os homens formam cálculos mais frequentemente que as mulheres, numa proporção de 3:1. Esta diferença está hoje a tornar-se menor, possivelmente devido ás alterações no estilo de vida e na dieta.
  • Tem maior probabilidade de formar um cálculo entre os 30 e os 50 anos.
  • Os doentes com cálculos formam com frequência cálculos mais do que uma vez na sua vida.

Esta informação foi atualizada pela última vez em junho de 2012.

Esta informação foi produzida pela Associação Europeia de Urologia (EAU), em colaboração com a Secção de Litíase Urinária (EULIS) da EAU, a Secção de Urolitíase do Young Academic Urologists Group da EAU, e a Associação Europeia de Enfermeiros de Urologia (EAUN).

O conteúdo está em consonância com as Guidelines da EAU.

Colaboradores:

  • Dr. Thorsten Bach Hamburgo, Alemanha
  • Dr. Murat Binbay Istambul, Turquia
  • Ms. Nicola Dickens Londres, Reino Unido
  • Ms. Bente Thoft Jensen Århus, Dinamarca
  • Prof. Dr. Thomas Knoll Sindelfingen, Alemanha
  • Mr. André Mendes Castelo Branco, Portugal
  • Dr. Francesco Sanguedolce Barcelona, Espanha
  • Dr. Christian Türk Viena, Áustria

Tradutores:

  • Dr. Paulo Mota – Braga, Portugal
  • Dr. Emanuel Dias – Braga, Portugal