• Go to:

A URS é um tipo de tratamento realizado com um endoscópio de pequeno calibre. Os cálculos podem ser localizados, desintegrados e removidos num único procedimento. A URS é um procedimento comum, com alta taxa de sucesso e baixo risco de complicações.

Quando devo considerar a URS?

Se o cálculo não for grande (menor que 2 centímetros), a URS é uma alternativa à LEOC. Apesar de a URS ser mais invasiva que a LEOC e necessitar de anestesia, é considerado um procedimento eficaz e seguro no tratamento de cálculos renais e uretrais. Como os fragmentos do cálculo são removidos durante o procedimento, não tem de os expulsar depois. Existe uma probabilidade elevada de ficar livre de cálculos com apenas um procedimento. O seu médico discutirá as diferenças entre a LEOC e a URS no seu caso em particular.

Como é realizada uma URS?

Para a realização de uma URS é necessária anestesia, que pode ser geral, raquianestesia ou intravenosa. Assim que anestesiado, o cirurgião introduzirá o endoscópio através da sua uretra sem qualquer incisão no seu corpo. Dependendo da localização do cálculo, pode ser utilizado um uretroscópio rígido ou flexível. Um uretroscópio flexível permite ao cirurgião aceder praticamente a todas as áreas dentro do rim (Fig. 1).

Quando o cálculo é identificado, pode ser removido utilizando uma pinça especial. Se for demasiado grande para ser completamente removido, pode ser fragmentado com laser, ultrassons ou litotritor pneumático (que funciona como um pequeno martelo pneumático). Posteriormente, os fragmentos resultantes são removidos.

De acordo com a evolução e resultado da cirurgia, pode ser necessária a colocação de um JJ-stent para garantir o fluxo de urina através do sistema urinário. Este stent será removido assim que o fluxo urinário voltar a ser normal, o que pode demorar entre vários dias e algumas semanas após o procedimento.

Fig. 1: Um uretroscópio flexível permite aceder a todos os pontos do rim.
Fig. 1: Um uretroscópio flexível permite aceder a todos os pontos do rim.
Fig. 2: Um cálculo é removido do ureter com uma pinça especial.
Fig. 2: Um cálculo é removido do ureter com uma pinça especial.

Quando a URS não está recomendada?

Existem poucas contraindicações para a URS. Em geral, quase todos os doentes são elegíveis para este procedimento, desde que possam ser anestesiados e não estejam com uma infeção não tratada do trato urinário. A URS pode ser realizada sem suspensão da medicação antitrombótica. No entanto, é sempre importante discutir a sua situação individual com o seu médico.

Como me preparo para o procedimento?

O seu médico vai informá-lo detalhadamente sobre como se preparar para o procedimento. Não deve comer, beber ou fumar nas 6-8 horas antes do procedimento para se preparar para a anestesia.

Quanto tempo demorará para eu regressar às minhas actividades normais?

Normalmente, poderá ter alta do hospital 2 dias após o procedimento e voltar às suas actividades diárias normais. Pode perder sangue na urina durante alguns dias. Se foi colocado um stent JJ durante o procedimento, este será removido pelo seu médico assim que o fluxo de urina for normal.

Deverá voltar imediatamente ao hospital se:

  • Desenvolver febre
  • Sentir dor no rim ou no flanco

Vantagens da URS

  • Remoção imediata do cálculo
  • Baixo risco de complicações

Desvantagens da URS

  • Necessita de anestesia
  • Existe um pequeno risco de lesão do ureterer